segunda-feira, abril 06, 2009

Devo desde já dizer que retirei os excertos que se seguem dum texto que encontrei num blog que costumo visitar, espero que a autora não se importe, mas realmente só posso concordar com o que a mesma escreveu (Confissões de mulher).
Oram seguem alguns excertos, e digam-me lá se isto não tem um certo quê de razão.
"Chuto no cú

Há merdas em que nós, gajas, somos lixadas.

E lixadas para nós.

Não há nada que nos deixe mais presas, mais pelo beicinho, mais apaixonadas, que um bom chuto no cú.

Se o tipo é dos porreiros e até se mostra disponível, é um tonto, um cão, alguém cuja importância sublimamos porque se mostra presente, em nossa opinião, demasiado presente.

Se vem um outro, que a páginas tantas, nos começa a dar chutos no traseiro escamuteados seja pelo que fôr, é ver-nos, de coração em punho, ostentando uma bandeira de amor, excepto a do amor próprio.Ora, isto a mim parece-me que não é uma boa receita para a felicidade.

Quando é que nos tornámos estas mulheres pequeninas?

E não me lixem, todas nós já passámos por isto, uma vez que seja.

(...)

Porque é que insistimos quando o sinal de «proibido circular» nos é mostrado do outro lado?
Nunca vou entender esta particularidade que é, sobretudo, feminina.

Nós, gajas, mais ou menos modernas, mais ou menos vividas, gostamos de um bom pontapé no cú.

E ficamos lá até o nosso amor se confundir com as pedras da calçada.

(...)

Há alguma coisa mais irritantemente estúpida do que isto? Há. Permanecer no erro.

Lembram-se do anúncio do leite? Vamos costumizá-lo. Se ele não gostar de mim, quem gostará? E a resposta é, e deverá ser sempre: ui, tanta gente…"

3 comentários:

Fatucha disse...

Nem mais, não haverá mais nada acrescentar....

Conchita disse...

Nós mulheres gostamos dessa vidinha triste de nos confundirmos com as pedras da calçada pós chuto no cú... Gostamos mesmo do que dá mais luta, mas ainda assim é tristinho mas é booom:P

beijo

Susy disse...

E tantos q eu já levei e corria atras de outro...!
Mas é pq realmente sabe bem...é triste mas sabe bem!!!

AMO-TE